Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, BOM JESUS DOS PERDOES, Cidade Nova, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Yiddish (formerly ji), Música, Esportes



Histórico


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis


     
     
    Brincando de Viver


    ANOS 90 - CASTELO RÁ-TIM-BUM

    Uma das séries de maior sucesso da década de 90 era comandada por uma família de bruxos!

    O “Castelo Rá-Tim-Bum” estreou em 1994 na TV Cultura e se tornou um dos maiores fenômenos de audiência do canal e um dos programas infantis mais premiados do Brasil.

    Misturando diversão, magia e conteúdo cultural e educacional, o “Castelo” contava a história do menino Nino, um jovem bruxo de “apenas” 300 anos de idade, e seus amigos humanos, Zequinha, Pedro e Biba.

    Havia ainda o feiticeiro Dr. Victor e a bruxa Morgana – interpretados por Sérgio Mamberti e Rosi Campos-, os cientistas gêmeos Tíbio e Perônio, as fadinhas do lustre Lana e Lara e o “tira-dúvidas” Telekid (vivido por Marcelo Tas), além do vilão Dr. Abobrinha e dos amigos que sempre visitavam o castelo: Penélope - uma jornalista -, Bongô – um entregador de pizza -, Etevaldo – um ET atrapalhado e a Caipora – a figura folclórica.

    Com relógios, gatos, ratos, pássaros e cobras falantes, monstros que habitavam o encanamento e um universo mágico, a série conseguiu atrair audiência e sucesso ao decorrer da década, figurando ainda hoje como um dos programas mais vistos da TV Cultura.

    O "Castelo Rá-Tim-Bum" deixou de ser produzido em 1997.



    Escrito por marco às 12h52
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    RAZÕES PARA GOSTAR DO BRASIL

    A vida na roça e tudo o que ela tem de bom.



    Escrito por marco às 12h14
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    MUSAS

    Vera Fischer nasceu em 27 de novembro de 1951, em Blumenau, Santa Catarina. Uma das mais famosas atrizes do país, Vera foi Miss Brasil no ano de 1969, título que lhe deu projeção nacional.

    Iniciou a carreira como atriz fazendo pornochanchadas, depois passou a fazer telenovelas e outros filmes. No cinema, interpretou personagens de Rubem Fonseca, Plinio Marcos e Nelson Rodrigues.

    A beleza física da atriz é um dos seus atrativos. Sendo assim posou nua para a revista Playboy em agosto de 1982 e janeiro de 2000.

    Seu principal papel no cinema foi no filme Doida Demais, de 1989.

    Nas minisséries da Globo, Vera fez três personagens que a botaram no topo da mídia: Eduarda, em Riacho Doce, de 1990; Ana de Assis, em Desejo, de 1990; e Alice, em Agosto, de 1993.

    Em novelas sua principal personagem foi Jocasta, na novela Mandala, de 1987, onde teve um relacionamento conturbado com Felipe Camargo.



    Escrito por marco às 12h07
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    Reclames

    Quem viu não esquece. Um pequeno ponto preto aparecia na tela da TV; em alguns segundos, centenas de outros pontos formavam um retrato em branco e preto. Era Hitler, o ditador nazista alemão. A voz falava de suas proezas: "Este homem pegou uma nação destruída, recuperou sua economia e devolveu o orgulho a seu povo...".

    O comercial, de forte conteúdo político, terminava assim: "É possível contar um monte de mentiras dizendo só a verdade. Por isso é preciso tomar muito cuidado com a informação no jornal que você recebe. Folha de S.Paulo, o jornal que mais se compra e o que nunca se vende".

    O comercial é de 1987 e a agência responsável, pra variar, a W/Brasil de Washington Olivetto.

    O filme "Hitler" ganhou inúmeros prêmios de propaganda em 1988, inclusive o Leão de Ouro no Festival de Cannes, o mais importante de todos. É um dos dois únicos comerciais brasileiros e ibero-americanos na lista dos cem melhores de todos os tempos, publicada em 2000 por Berneci Kanner.



    Escrito por marco às 11h47
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    CHARGES



    Escrito por marco às 23h17
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    DISCOS PARA OUVIR ANTES DE MORRER

        

    Dois discos internacionais que estouraram na década de 80, cada um em seu estilo.

    Tears for Fears é um dupla que se juntou no início dos anos 80.

    "Songs From The Big Chair" foi o segundo álbum da dupla, lançado em fevereiro de 1985, e se tornou um dos álbuns mais importantes da década de 80, tendo sido comprado por mais de cinco milhões de pessoas só nos Estados Unidos.

    "Shout" foi uma aposta da dupla e do produtor Chris Hughes para abrir o álbum. Com quase sete minutos de duração, grandes solos de guitarra e uma bateria como nunca havia sido escutada antes, a canção (apesar de todas essas características que vão contra as regras do mercado de disco) acabou caindo nas graças do público.

    Mas o grande sucesso de "Songs From The Big Chair" foi a sua terceira faixa. "Everybody Wants To Rule The World" foi um verdadeiro arrasa-quaterão na década de 80, e, até hoje, volta e meia ainda pinta por aí nas rádios ou na MTV. A canção só saiu do primeiro posto da parada de singles dos Estados Unidos por conta do lançamento de "We Are The World". O mais engraçado é que a canção não ia nem entrar no álbum.

    "Shout" e "Everybody Wants To Rule The World" já seriam suficientes para fazer de "Songs From The Big Chair" um grande álbum. Mas ainda tinha mais... O pop delicioso "Head Over Heels" também entrou nas principais paradas mundiais de sucesso, assim como a bonita balada eletrônica "I Believe".

    Quando lançou o seu quinto álbum de estúdio, em 1985, o Dire Straits era uma banda mais do que consagrada. Os álbuns anteriores já haviam rendido sucessos como "Sultans Of Swing", "Romeo And Juliet", "Private Investigations", "Telegraph Road", entre outras.

    Mas o que aconteceu com "Brothers In Arms" não tem precedentes na história do Dire Straits. Somente para se ter uma idéia da grandiosidade do negócio, o álbum foi o mais vendido no Reino Unido durante o ano de 1985. Como se não bastasse, "Brothers In Arms" foi o segundo álbum mais vendido de 1986 (ficou atrás somente do disco de estreia de Whitney Houston) - e olha que o disco foi lançado em maio de 85... Na parada britânica, foram, no total, 12 semanas na primeira colocação. Já nos Estados Unidos, "Brothers In Arms" foi o primeiro álbum do Dire Straits a alcançar o seu topo, e por lá permaneceu durante nove semanas.

    Detalhes a parte, "Brothers In Arms" gerou quatro estrondosos hits que fizeram sucesso em tudo que é canto do planeta. "So Far Away", "Money For Nothing", "Walk Of Life" e a faixa-título tocaram até ninguém aguentar mais e ajudaram a firmar ainda mais a importância de "Brothers In Arms". Todas as faixas do álbum foram compostas exclusivamente por Mark Knopfler, com exceção de "Money For Nothing", na qual o guitarrista contou com a mãozinha de Sting.

    A canção "Brothers In Arms" dispensa  é o ponto alto do disco, com a sua letra que fala de um soldado no campo de batalha, sentindo falta de casa ("These mist covered mountains / Are a home now for me / But my home is the lowlands / And always will be / Someday you'll return to / Your valleys and your farms / And you'll no longer burn to be / Brothers in arms"), embalada por um belo solo de Mark Knopfler. Um encerramento perfeito.

    Em 2000, a revista Q considerou "Brothers in Arms" o 51º melhor álbum britânico de todos os tempos.



    Escrito por marco às 23h08
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    IMAGENS QUE FALAM



    Escrito por marco às 22h47
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    METÁFORAS - ZAZÁ

    Zazá era uma cadela especial. Muito brava, rosnava sempre que algum estranho se aproximava. Tinha um bonito porte, e segundo Dona Maria, sogra do Tonhão, era mestiça com pastor alemão. Só sei dizer que ela impunha respeito.

    Seus donos moravam numa casa na periferia de Grenita, uma grande cidade do sul do país. A vida era bem tranqüila, mas nos últimos tempos, começaram a proliferar os assaltos na região. Mais parecia que os ladrões haviam migrado da capital, São Carlos de Boni, para lá.

    A casa do Tonhão era totalmente murada, o que dava à sua família uma relativa segurança. Além disso, Zazá tinha sua missão de guardiã.

    Numa fria madrugada de inverno, na calada da noite, Raposão, famoso assaltante da capital, aproximou-se daquela propriedade, e começou a sondar o local. Pela sua experiência, roubar aquela residência ia ser moleza, pois faltavam grades de segurança, alarmes e cacos de vidro no muro.

    "Vai ser uma 'barbada'. Qualquer ladrãozinho 'pé-de-chinelo' faz o serviço.", pensou o larápio.

    Estava tão fácil que Raposão foi até displicente. Com a agilidade de um felino pulou o muro, e mal havia aterrissado no quintal da casa, foi surpreendido com uma dolorosa mordida na perna direita. Raposão conseguiu, milagrosamente, desvencilhar-se dos dentes da Zazá, subindo apressadamente na goiabeira, ao lado do jardim.

    A cadela, então, começou a latir, e seu latido podia ser ouvido a centenas de metros dali.

    Dentro da casa, Tonhão roncava pesadamente, mergulhado em sono profundo. Mas o latido da cachorra, mais forte que o seu próprio ronco, começou a incomodá-lo, até que ele acordou, irritado. Ainda sonado, pensava, contrariado: " O que será que está havendo? Porque ela está fazendo essa barulheira?"

    Completamente transtornado, irado mesmo, sentia o som emitido pela cadela latejando em sua cabeça.

    O ladrão, por sua vez, assustado em cima da árvore, tentava inutilmente alcançar o muro, andando pelos galhos, e quanto mais ele se mexia mais a Zazá latia.

    Tonhão, numa explosão de ódio, levantou-se, apanhou seu revólver em cima da cômoda, foi até o quintal e matou a cachorra.

    Do livro: A Magia da Linha do Tempo - Cid Paroni Filho - Ed. Lúmen - Pág. 25/6



    Escrito por marco às 19h57
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    RAZÕES PARA GOSTAR DO BRASIL

    A elegância do samba de Paulinho da Viola.



    Escrito por marco às 18h39
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    CORINTHIANS - 100 ANOS

    Ronaldo foi goleiro do Corinthians de 1988 a 1998.

    Em seu jogo de estréia pelo Corinthians, Ronaldo defendeu um pênalti do zagueiro Dario Pereyra do São Paulo. Daí pra frente tornou-se titular por 10 anos.

    Ronaldo é o terceiro jogador com mais partidas pelo clube, jogou 601 vezes, perdendo apenas para Wladimir e Luizinho.

    Foi campeão brasileiro em 1990, sendo o principal ídolo da equipe junto com o meia Neto.

    O que fez de Ronaldo ser um dos maiores ídolos da torcida corintiana é o fato de nunca esconder ser realmente torcedor do Corinhians.



    Escrito por marco às 18h36
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    EXPRESSÕES E LETRAS

    As Sem Razões do Amor (Carlos Drummond de Andrade)

    Eu te amo porque te amo,
    Não precisas ser amante,
    e nem sempre sabes sê-lo.
    Eu te amo porque te amo.
    Amor é estado de graça
    e com amor não se paga.

    Amor é dado de graça,
    é semeado no vento,
    na cachoeira, no eclipse.
    Amor foge a dicionários
    e a regulamentos vários.

    Eu te amo porque não amo
    bastante ou demais a mim.
    Porque amor não se troca,
    não se conjuga nem se ama.
    Porque amor é amor a nada,
    feliz e forte em si mesmo.

    Amor é primo da morte,
    e da morte vencedor,
    por mais que o matem (e matam)
    a cada instante de amor.



    Escrito por marco às 21h00
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    A VIDA EM NOVELA: BREGA & CHIQUE

    "Brega e Chique", de 1987, foi a novela em que Jorge Dória virou Raul Cortez. Dória interpretava Herbert Alvaray, um empresário rico que, para escapar da falência, simulou sua própria morte, fugiu do país e abandonou a família.

    Nessa novela criou-se a denominação "Alfa" para as amantes, Marília Pêra era a Alfa I, Glória Menezes a Alfa II e Nívea Maria a Alfa III.

    "Brega e Chique" popularizou as lentes de contato coloridas usadas por Marilia Pêra e Gloria Menezes. E fez de Cassio Gabus Mendes um sucesso nacional, graças ao carisma de seu humilde Bruno, um mecânico que trabalhava com o tio, o grosseirão Baltazar (Dennis Carvalho). O rapaz, que andava de bicicleta pra cima e pra baixo, falava "craro", "pobrema" e tropeçava feio no português.

    Ainda faziam parte do elenco: Marcos Paulo, Patricia Pillar, Cassia Kiss, Tato Gabus Mendes, Tarcisio Filho, Paula Lavigne, Marco Nanini e outros.

    A abertura da novela causou polêmica, no ritmo da música "Pelado" do Ultraje à Rigor, ao mostrar um homem pelado andando de costas.

    A trilha sonora nacional é uma síntese dos anos 80. "Cowboy Fora-da-Lei", trouxe Raul Seixas de volta às paradas de sucesso. "Um Pro Outro", foi um dos grandes sucesso de Lulu Santos naquela década. "Blá,blá,blá...eu te amo", de Lobão e "Pega Rapaz", de Rita Lee representando o rock nacional. Sem falar nas músicas de Fabio Junior, Dulce Quental e Beto Guedes.

    A trilha sonora internacional começava a mostrar a nova tendência da música mundial: a música eletrônica, principalmente com a música "No Promises", do Ice House. Sem falar na música "Is This Love?", do Whitesnake, que foi uma das músicas mais tocadas da história (e é até hoje).

    01. PEGA RAPAZ – Rita Lee & Roberto de Carvalho (tema de Rosemere e Baltazar)
    02. SEM PESO E SEM MEDIDA – Fábio Jr. (tema de Vânia e Teddy)
    03. PRECISO APRENDER A SÓ SER – Caetano Veloso (tema de Rafaela)
    04. UM PRO OUTRO – Lulu Santos (tema de Ana Cláudia)
    05. CALEIDOSCÓPIO – Dulce Quental (tema de Tamyris)
    06. COWBOY FORA DA LEI – Raul Seixas (tema de Bruno)
    07. PELADO – Ultraje à Rigor (tema de abertura)
    08. BLÁ-BLÁ-BLÁ... EU TE AMO – Lobão (tema de Zilda)
    09. ATÉ O FIM – Verônica Sabino (tema de Silvana)
    10. É TÃO BOM – Luiz Caldas (participação especial de Caetano Veloso) (tema de Rosemere)
    11. SINTO SAUDADE – Evandro Mesquita (tema de Mercedes)
    12. CORAÇÃO DE JOVEM – Erasmo Carlos (tema de João Pedro)
    13. LÀGRIMA DE AMOR – Beto Guedes (tema de Luís Paulo)
    14. A ILHA – Léo Gandelman (tema de Rafaela e Montenegro)

    01. EVERYTHING I OWN – Boy George (tema de Ana Cláudia e Luís Paulo)
    02. LET’S WAIT A WHILE – Janet Jackson (tema de Tamyris)
    03. MUSIC – F. R. David (tema de Zilda)
    04. NO PROMISES – Ice House
    05. WHAT DO WE MEAN TO EACH OTHER? – Sérgio Mendes (tema de Silvana)
    06. IS THIS LOVE? – Whitesnake (tema de Bruno e Mercedes)
    07. NOW AND FOREVER – Jimmy Cliff
    08. SOMEWHERE OUT THERE – Linda Ronstadt and James Ingram (tema de Rosemere)
    09. I WANT YOUR SEX – George Michael (tema de Bruno)
    10. IN TOO DEEP – Genesis (tema de Rafaela)
    11. HEAD TO TOE – Lisa Lisa & The Cult Jam
    12. C’EST LA VIE – Robbie Nevil
    13. GLAD TO KNOW (THAT YOU’RE THE ONE) – Malcolm Roberts
    14. INFIDELITY – Simply Red



    Escrito por marco às 20h50
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    MÚSICA É ARTE - SÓ HOJE

    Hoje eu preciso te encontrar de qualquer jeito
    Nem que seja só pra te levar pra casa
    Depois de um dia normal...
    Olhar teus olhos de promessas fáceis
    E te beijar a boca de um jeito que te faça rir
    (que te faça rir)

    Hoje eu preciso te abraçar...
    Sentir teu cheiro de roupa limpa...
    Pra esquecer os meus anseios e dormir em paz!

    Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua!
    Qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria...
    Em estar vivo.

    Hoje eu preciso tomar um café, ouvindo você suspirar...
    Me dizendo que eu sou o causador da tua insônia...
    Que eu faço tudo errado sempre, sempre.

    Hoje preciso de você
    Com qualquer humor, com qualquer sorriso
    Hoje só tua presença
    Vai me deixar feliz
    Só hoje

    (solo)

    Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua!
    Qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria...
    Em estar vivo.

    Hoje eu preciso tomar um café, ouvindo você suspirar...
    Me dizendo que eu sou o causador da tua insônia...
    Que eu faço tudo errado sempre, sempre.

    Hoje preciso de você...
    Com qualquer humor, com qualquer sorriso!
    Hoje só tua presença...
    Vai me deixar feliz.
    Só hoje (repete 2x)



    Escrito por marco às 22h22
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    FILMES PARA VER ANTES DE MORRER

       

    Já que hoje comemoramos o Dia das Crianças, vou escrever sobre dois filmes que toda criança e todo adulto tem de ver antes de morrer.

    "Branca de Neve e Os Sete Anões" foi lançado em 1937.

    O filme foi a primeira obra-prima de Walt Disney, foi ele que o inspirou a produzir outros longa-metragens que fizeram muito sucesso.

    É tão conhecido que não tem muito o que falar sobre ele.

    "A Fantástica Fábrica de Chocolate" é de 1971 e é um filme mágico.

    Na década de 80, todo Dia das Crianças tinha esse filme na Sessão da Tarde, e eu assistia todas as vezes e não enjoava.

    Esse deve ser o melhor filme infantil feito pra mente de adultos

    O filme conta a história de uma família pobre que sonha em encontrar um bilhete premiado nas barras de chocolate Wonka. Os sorteados ganharão um prêmio em doces até o resto da vida, além de uma viagem mágica pela fábrica de chocolates.

    O filme é uma mistura de drama e fantasia.

    Vale a pena ver várias e várias vezes.



    Escrito por marco às 12h26
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    12 DE OUTUBRO

    Religião nunca foi meu forte, é um dos muitos defeitos que tenho.

    Mas Nossa Senhora Aparecida tem uma importância muito grande em minha vida, é a ela que agradeço e é a ela que peço.

    O texto abaixo foi retirado do Portal Canção Nova, independente do que acreditamos é sempre bom acreditarmos em algo para que nossas vidas possam ter uma razão.

    A história de Nossa Senhora da Conceição Aparecida tem seu início pelos meados de 1717, quando chegou a notícia de que o Conde de Assumar, D. Pedro de Almeida e Portugal, Governador da Província de São Paulo e Minas Gerais, iria passar pela Vila de Guaratinguetá, a caminho de Vila Rica, hoje cidade de Ouro Preto (MG).

    Convocados pela Câmara de Guaratinguetá, os pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves saíram à procura de peixes no Rio Paraíba. Desceram o rio e nada conseguiram. Depois de muitas tentativas sem sucesso, chegaram ao Porto Itaguaçu, onde lançaram as redes e apanharam uma imagem sem a cabeça, logo após, lançaram as redes outra vez e apanharam a cabeça, em seguida lançaram novamente as redes e desta vez abundantes peixes encheram a rede. A imagem ficou com Filipe, durante anos, até que presenteou seu filho, o qual usando de amor à Virgem fez um oratório simples, onde passou a se reunir com os familiares e vizinhos, para receber todos os sábados as graças do Senhor por Maria.


    A fama dos poderes extraordinários de Nossa Senhora foi se espalhando pelas regiões do Brasil. Por volta de 1734, o Vigário de Guaratinguetá construiu uma Capela no alto do Morro dos Coqueiros, aberta à visitação pública em 26 de julho de 1745. Mas o número de fiéis aumentava e, em 1834, foi iniciada a construção de uma igreja maior (atual Basílica Velha).

    No ano de 1894, chegou a Aparecida um grupo de padres e irmãos da Congregação dos Missionários Redentoristas, para trabalhar no atendimento aos romeiros que acorriam aos pés da Virgem Maria para rezar com a Senhora "Aparecida" das águas. O Papa Pio X em 1904 deu ordem para coroar a imagem de modo solene. No dia 29 de abril de 1908, a igreja recebeu o título de Basílica Menor. Grande acontecimento, e até central para a nossa devoção à Virgem, foi quando em 1929 o Papa Pio XI declarou Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil, com estes objetivos: o bem espiritual do povo e o aumento cada vez maior de devotos à Imaculada Mãe de Deus. Em 1967, completando-se 250 anos da devoção, o Papa Paulo VI ofereceu ao Santuário de Aparecida a Rosa de Ouro, reconhecendo a importância do Santuário e estimulando o culto à Mãe de Deus.


    Com o passar do tempo, a devoção a Nossa Senhora da Conceição Aparecida foi crescendo e o número de romeiros foi aumentando cada vez mais. A primeira Basílica tornou-se pequena. Era necessária a construção de outro templo, bem maior, que pudesse acomodar tantos romeiros. Por iniciativa dos missionários Redentoristas e dos Senhores Bispos, teve início, em 11 de novembro de 1955, a construção de uma outra igreja, a atual Basílica Nova.


    Em 1980, ainda em construção, foi consagrada pelo Papa João Paulo ll e recebeu o título de Basílica Menor. Em 1984, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) declarou oficialmente a Basílica de Aparecida Santuário Nacional, sendo o "maior Santuário Mariano do mundo".
    Nossa Senhora da Conceição Aparecida, rogai por nós!



    Escrito por marco às 12h13
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    TRILHA SONORA: LABIRINTO - A MAGIA DO TEMPO

    "Labirinto - A Magia do Tempo" é um filme de 1986 e um dos primeiros que vi no cinema.

    Sinceramente não me lembro se o filme é bom, depois que vi no cinema nunca mais assisti - talvez seja um sinal de que não gostei.

    Lembro-me que à época ele foi muito criticado pela imprensa e elogiado pelo público.

    Mas o que me recordo mesmo é da música "As The World Falls Down", de David Bowie (que inclusive participou do filme).

    Música maravilhosa do ótimo Bowie, uma das músicas tema de filme que mais gosto.

     



    Escrito por marco às 23h06
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    CULTURA INÚTIL

    Alguém sabia que há mais chance de morrer com uma rolha de champanhe do que com uma aranha venenosa?



    Escrito por marco às 23h02
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



    O NOVO PADRE

    O novo Padre da Paróquia estava tão nervoso no seu primeiro sermão ao ponto de não conseguir falar.
    Antes do seu segundo sermão, no domingo seguinte, perguntou ao Arcebispo como poderia fazer para relaxar, e este lhe sugeriu que na próxima vez, colocasse umas gotas de Vodka na água, e que depois de uns goles estaria mais relaxado.
    No seguinte domingo aplicou a sugestão e se sentiu tão bem,
    que poderia falar alto até no meio de uma tempestade, de tão feliz e descontraído que se encontrava.
    Depois de regressar à reitoria da Paróquia encontrou uma nota do Arcebispo dizendo:
    Querido Padre:

    1. A próxima vez coloque gotas de Vodka na água e não gotas de água na Vodka;

    2. O manto da imagem de NSJ não deve ser usado como guardanapo;

    3. Aquele sentado no canto do altar, o qual referiu-se como "travesti de saia", era eu.

    4. Existem 10 Mandamentos e não 12;

    5. Existiram 12 Apóstolos e não 10;

    6. Não nos referimos à Cruz como àquele T grande;

    7. Procure moderar-se no vinho e mesmo assim, beba-o em uma taça;

    8. Não nos referimos a Judas como "Chunda";

    9. Não nos referimos ao nosso Salvador Jesus Cristo e seus Apóstolos como: "JC e sua Banda";

    10. O Pai, O Filho e O Espírito Santo não são "O Velho, o Júnior e o Aparecido";

    11. O Judas não enforcou Jesus e Tiradentes não tem nada haver com a história;

    12. A Hóstia não é chicletes, portanto evite tentar fazer bolas;

    13. Aquela "casinha" era o confessionário e não o banheiro;

    14. Backstreet Boys não estava na relação de música do coro;

    15. O Papa é sagrado e não castrado e não nos referimos a ele como "O Padrinho";

    16. Não coloque limão e açúcar na borda da taça;

    17. Evite se apoiar na imagem de Nossa Senhora, muito menos abraçá-la;

    18. A iniciativa de chamar o público para dançar foi muito plausível, mas fazer trenzinho e correr pela igreja, não;

    19. Limite-se a sermões sobre religião e evite falar de futebol e política;

    20. Água benta é para se benzer e não refrescar a nuca;

    21. Nunca reze a missa sentado na escada do altar, muito menos com o pé sobre a Bíblia;

    22. As hóstias devem ser distribuídas para o povo e não usadas de aperitivo para acompanhar o vinho;

    23. Nem Bruce Willis nem Sharon Stone estavam na Reencarnação de Cristo;

    24. Aquele pregado na cruz era Jesus Cristo e não Raul Seixas;

    25. Edir Macedo não é o Diretor Financeiro da Igreja Católica;

    26. Procure usar roupas debaixo da batina. Evite abanar-se com a batina quando estiver com calor;

    27. Nunca, mas nunca mesmo leia" Casos Sexuais Verídicos" em uma missa;

    28. O nome do Papa é João Paulo e não Leonardo e nenhum dos dois fez dupla com Xororó;

    29. Belém onde Jesus nasceu não fica no Rio Grande do Sul;

    30. Numa missa não se faz perguntas ao público, nem existem cartas e universitários.
    Onde se reza a missa não é chamado de "Palco do Mundo" e sim altar.

    31. O missal não é apoio do copo;

    32. Pelos 45 minutos de missa que acompanhei notei estas falhas. Lembro que uma missa leva em torno de 1 hora e não dois tempos de 45 minutos.

    Espero que tais falhas sejam corrigidas no próximo domingo.
    Atenciosamente: Arcebispo



    Escrito por marco às 14h12
    [ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]